Os prejuízos de andar com o carro na reserva

21 jun, 2017 por

Os prejuízos de andar com o carro na reserva

Você é daqueles motoristas que tem o hábito de andar sempre com o tanque de gasolina na reserva? Então cuidado, pois os gastos e a dor de cabeça podem ir muito além de multa e perda de pontos na CNH. A pane seca é infração de trânsito média e, uma vez o veículo parado na via por falta de combustível, o valor da multa chega a R$ 130, 16. A quantidade de combustível na reserva depende do modelo do carro, mas geralmente fica entre 1 e 5 litros. Essa é quantidade mínima ideal e deve ser usada só em emergências, como no caso, até chegar ao posto mais próximo. Não pense que é um tanque extra.

Vários são os danos causados ao veículo por usar sempre o carro na reserva, como por exemplo, na bomba de combustível. Por ficar dentro do próprio tanque, ela utiliza o líquido do combustível como meio de resfriamento. Com o tanque vazio, a bomba não tem líquido refrigerante suficiente para resfriar e pode superaquecer. Outro problema é a entrada de impurezas na bomba. A sujeira que decanta do combustível para o fundo do tanque pode ser enviada para o motor, provocando falhas.

O ideal, segundo o mecânico da Oficina Mecânica e Autopeças Déco, Paulo César da Cunha, é buscar abastecer quando o marcador estiver em ¼ de combustível ou assim que acender a luz da reserva. Outro detalhe importante é a procedência da gasolina. “Nem sempre o melhor preço é a melhor saída. Gasolina de má qualidade também prejudica o bom funcionamento do carro”, observa.

Mensagens relacionadas

Compartilhar isso